Como é viver na casa De Edu

Como é morar em casa   Do Edu
Como é morar em casa Do Edu

Eu passei a maior parte da minha vida em casa. Quando eu ainda estava vivendo com meus pais no interior, morou em uma casa daquelas típicas da grande família de 10 irmãos, ui!), com uma sala de estar, uma infinidade de quartos em um corredor e cozinha enorme la no fundo. Então, quando eu saí de BH, acabei vivendo no apartamento. Eu estava meio entediado com a pequena cidade e, à primeira vista, ele queria era longe de tudo.

Em seguida, mudei-me para belo horizonte (região metropolitana) e mantidos em um apartamento (45 m2), até que surgiu a oportunidade de viver em um canto maior. Era um apartamento em um prédio de 3 andares, mas com dimensões muito legal, além de uma área externa muito grande, tão grande que eu decidi preencher esse vazio com o Gael, meu primeiro cão. Em seguida, veio a Luna e eu comecei a achar que a área era muito pequeno pros 2. Então me mudei para a minha casa para que eu possa dar mais espaço pros 2. Foi de lá que veio o desejo de decorar, e então o blog nasceu.

Pouco depois, o Bento chegou, a loja chegou e, mais uma vez, lá vou eu procurar uma casa para comportar tanto bicho e tanta idéia na minha cabeça. Muito por acaso, na rua da frente tinha uma casa muito grande, na verdade 2 casas geminadas. O virou para baixo oficina e escritório de armazenamento e o de cima tornou-se o meu novo campo de trabalhos constante. Rs

Morar em casa   7

Estou contando esta história porque o pessoal do Villa Terrara, um empreendimento muito legal em São Paulo, pediu-me para contar um pouco de como foi voltar a viver em casa. Aproveitei para fazer algumas fotos da minha casa e ilustrar. Como eu já disse, eu estou longe de decorar tudo, então eu decidi pegar a câmera e sair clicando em alguns ângulos que não costumo mostrar aqui.

Morar em casa   16

Eu moro em um bairro relativamente tranquila, o que eu não sou livre de se preocupar com segurança, é claro. Em seguida, os alarmes, câmeras, cercas são necessárias, mas eu acho que isso não é nada, afinal, o que importa é que vive aqui, certo? E dentro de casa eu me sinto seguro, não apenas para o que a tecnologia oferece, mas por ser o meu canto, o lugar onde eu escolhi para deixar com a minha cara.

Morar em casa   5Morar em casa   11Morar em casa   9Morar em casa   4

Hoje meus cães podem correr e estão perto de mim sempre que eu ou eles querem. Eu tenho algumas plantas guerreiros que sobreviveram ao ataque de Luna na perfuração de um buraco para chegar na China, ainda tem algumas faixas de grama e até um pé de acerola. Eu nunca vi nenhum, porque o Chefe come todos ainda verde.Morar em casa   8Morar em casa   17

Por ser uma casa mais alta, tenho uma vista boa. O suficiente para ver o coqueiro grande vizinho (que eu morro de medo de cair aqui), a mangueira da escola para o lado e de vez em quando, ainda rola um por do sol bem interessante na janela do escritório.Morar em casa   12Morar em casa   14

Depois de alguns anos de vida na casa, a sensação é de que eu estou resgatando algo que você já tinha esquecido quando decidi tornar-me um “urbanóide”. É como se os bons tempos lá da minha cidade, que eu não podia nem ver, no momento, tinha vindo de volta. Ou talvez seja só uma crise de um assunto de 30 e poucos anos sobre o passado, mas hoje, vivendo em casa, eu me sinto a segurança de ter criado um universo meu, ter uma família, cão de corrida, uma asa caindo no quintal, e os pirralhos de jogar no interfone…

Estar em casa não significa apenas que temos mais espaço (não que este não é o mais importante), mas o meu sentimento é que consegui reunir minhas melhores lembranças de que casona lá na parte de dentro e virar um canto só meu.

Morar em casa   2E tenho notado uma preocupação de muitas pessoas de ter esse tipo de vida, mesmo no meio da loucura das grandes cidades. Então, eu achei muito legal a idéia de Condomínio Terrara que está trazendo todo esse universo para viver na casa em um bairro planejado , em plena São Paulo. Já falei da minha vontade de comprar um canto para mim, certo? Então, se você estiver em SP, você pode ser a oportunidade. Extrai apenas:

“Sim, ainda é possível viver em uma casa, no meio dos milhares de prédios em São Paulo, mas com muito mais segurança, conforto e qualidade de vida. O Villa Terrara é um dos últimos condomínios para casas da cidade, uma excelente oportunidade de resgatar os bons momentos em meio a toda a agitação de São Paulo.”

Em agosto rola o lançamento da última fase das casas e se você faz parte da classe que você está na fissura para ter um canto para chamar de seu, vale a pena acessar o SITE deles (Clique aqui). Lá tem muitas informações importantes, além de vídeos com a turnê 360° no condomínio de casas decoradas. Vivendo em um bairro planejado, no centro de SP, com todas as comodidades de um condomínio fechado, com várias opções de lazer e serviços como o Terrara Center Shop vai facilitar a sua vida e trazer a sensação de segurança de alguns anos atrás…o quintal, os vizinhos e a paz e tranquilidade.

Eu fouachar tudo muito bom, parece que esses condomínios gringos. Viveria fácil… rsrs

/corretoraideal.com.br/blog/wp-content/uploads/2018/06/01-terrara-casas-fachada-casa-tipo-1-t06-2.jpeg” alt=”01 Terrara Casas de Fachada Casa Tipo 1 T06″ width=”800″ height=”400″ />04 Terrara Casas Alameda T06Unknown

Espero continuar a viver na casa, porque enfiar minha monstrengos em um apartamento vai ser difícil. Agora me diga: você já morou em casa? Gostou da experiência? Viver em condomínio ou em um lote separado? Oh, se você quiser saber um pouco da minha experiência, você pode pedir lá também.

Publi 4

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*