Inspiração para nós todos os dias – a Cor da Casa

Inspiração nossa de cada dia   Casa de Colorir
Inspiração nossa de cada dia Casa de Colorir

Esta semana começou com o pé esquerdo. Ignorar… o primo passivo da falta de falta de respeito. É para fazer o mal, com a mão dos outros, e, portanto, estas pessoas jogar a cabeça, silenciosamente, sobre o travesseiro. Quem sabe, ao final do dia, esse nó na garganta desaparecer. Coisa pequena, mas tão pequena, que de borda que tipo de sofrimento da pobre menina rica, sabe? Mas não é negligência e é pauleira para engolir.

Pronta. Passou. Brigada, eu estou mais leve. O próximo tópico: a inspiração para esta segundona, etc.

Você sabe a cadeira de Lucy? Para minha alegria, as vozes que vêm, e, com eles, muitos comentários e elogios! Então, se eu ver que o meu “piraçãozinha” é gratificante, eu quero compartilhar aqui é a minha maior inspiração para a ideia: o artista dinamarquês Olaf Hajek.

Lembre-se a abertura da TV-série “afinal, o que querem as mulheres?”. Não? Foi uma animação de pintura está aqui do lado.

E desde que eu tenho esta arte que eu não sosseguei até conseguir o Olaf. Eu fiquei babando pelas cores, por estampagem, pela combinação de elementos. Tudo muito mágico, uma falácia para os meus sentidos.

Eu não sei se você vai gostar tanto quanto eu! Mas eu continuo com muito carinho na lembrança de quem me apresentou algo que eu amo muito. Você também tem isso? Por exemplo: eu nunca vou esquecer o que foi meu pai quem me apresentou para o Kings of convenience. Foi Leandro quem me olhar “Estamira” e minha mãe me fez gostar de comida japonesa. Então, se você faz parte deste mesmo louco, fazer ita aponte para apresentá-lo ao Olaf Hajek. Usado com sensibilidade e moderação. Quem sabe se ele inspira, como ele me inspirou? ?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*