Cão fica cheio de beijinhos após ser retirado de montanha e ter reencontro emocionante com os donos; vídeo | Norte Fluminense | G1

Cão fica cheio de beijinhos após ser retirado de montanha e ter reencontro emocionante com os donos; vídeo
Cão fica cheio de beijinhos após ser retirado de montanha e ter reencontro emocionante com os donos; vídeo

Família comemora após cãozinho Titã ser resgatado de uma montanha em Conceição de Macabu

Família comemora após cãozinho Titã ser resgatado de uma montanha em Conceição de Macabu

Muitos abraços, lambidas e beijinhos marcaram o reencontro do cachorro Titã, de 2 anos, com a família em Conceição de Macabu, no Norte Fluminense. O cão estava há 12 dias preso no alto de uma montanha na cidade de Conceição de Macabu, no Norte Fluminense, e foi resgatado de helicóptero na manhã desta quinta-feira (27).

Imagens mostram a tensão pelo resgate e a expectativa da família e amigos pelo reencontro. Após o pouso, o momento foi de muita felicidade e comemoração pela vida e volta de Titã.

Em uma foto é possível vê-lo bem à beira da pedreira, como se estivesse latindo por socorro. Foi o dono do animal, o fazendeiro Zé Carlos, que ouviu os latidos e decidiu pedir ajuda para salvar o amigo, sumido desde 15 de junho.

“Ele foi encontrado em um local de muito difícil acesso e que não conseguia buscá-lo. Só conseguíamos ouvir os latidos do Titã em uma pedra muito alta no Batatal. Foi aí que começamos a pedir ajuda a Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros”, disse Zé Carlos, que ainda tentou resgatar o cão com a ajuda de um grupo de rapel, mas sem sucesso.

Após ser retirado da montanha com a ajuda da aeronave, Titã foi encaminhado para a sede de um grupo de proteção animal e recebeu os cuidados de um veterinário antes de voltar para casa.

Titã foi resgatado do alto de uma montanha em Conceição de Macabu, no RJ  — Foto: Élida Braga e Eduarda Souza/ Arquivo Pessoal

Titã foi resgatado do alto de uma montanha em Conceição de Macabu, no RJ — Foto: Élida Braga e Eduarda Souza/ Arquivo Pessoal

Vivia na rua

Titã foi resgatado da rua em janeiro de 2018 e entregue ao grupo de proteção animal, chamado “Amigos Peludos”. Logo, o grupo conseguiu doar o cão para o fazendeiro Zé Carlos.

Segundo Élida Braga, responsável pelo projeto, a intenção do grupo é cuidar dos animais em situações precárias e depois fazer as doações dos bichinhos para que eles possam ter um lar, como o Titã.

“Nós achamos ele muito magro, castramos e doamos para esse sítio”, disse Élida, feliz com o resgate de Titã.

Cachorro é resgatado por helicóptero dos bombeiros após ficar 12 dias preso em montanha

Cachorro é resgatado por helicóptero dos bombeiros após ficar 12 dias preso em montanha

Veja outras notícias da região no G1 Norte Fluminense.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*